CONTA DE LUZ PODE FICAR AINDA MAIS CARA

O país continua passando por uma crise hídrica, com baixo volume de chuvas e reservatórios baixos. Isso faz com que o governo visualize uma nova forma de acionamento das bandeiras tarifárias, que fazem com que o valor da energia aumente no momento em que as termoelétricas são acionadas. A informação é do jornal O Estadão.

Durante uma reunião, marcada para esta terça-feira (24), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve discutir o assunto. Uma das opções na mesa é a revisão no processo, acarretando em aumento no preço da conta para o consumidor final.

Segundo a publicação do Estadão, o diretor geral da Aneel, Romeu Rufino, admite que deve abrir uma audiência pública para reavaliar o instrumento da bandeira tarifária. Atualmente, a metodologia considera o valor do Custo Marginal de Operação (CMO) para o próximo mês, mas o executivo considera que esse valor é muito volátil e defende que também seja considerado o nível de armazenamento. “É o que mais importa, olhando para o futuro, qual é de fato a condição de atendimento da carga.”

Segundo Rufino, isso poderia evitar uma bandeira verde como a observada em meados do ano, quando já se esperava uma hidrologia desfavorável durante o período seco e um forte consumo dos reservatórios. A nova metodologia, disse ele, deve entrar em vigor no ano que vem.


Informações: Diário Catarinense / O Estadão

 

Fonte: https://clicrdc.com.br/conta-de-luz-pode-ficar-ainda-mais-cara/

Não perca tempo click aqui e ADQUIRA seu sistema fotovoltaico

Ver mais